Isso que eu chamo de mudar de ares… do frio das montanhas para o bafo de Guayaquil – 01 de abril de 2013

Já era hora de mudar de cidade naquele primeiro de abril e, sem mentira alguma, a mudança foi radical…

Já disse que a passagem rodoviária é praticamente um dólar por hora viajada, mas entre Cuenca e Guayaquil, as quatro horas saíram por 8 dólares. Primeira mudança portanto foi no bolso, mas nada sacrificante.
Na saída de Cuenca, uma das cidades escolhidas pelos estadunidenses para viver depois de aposentados, passei novamente pelo parque Cajas, que citei aqui já. E o frio era FORTE, com direito ao vento e chuva seguidos por neblina…
DSC02853 dDSC02854

Consegue ver as galinhas? Eu tentei fotografar nesta parada na montanha..

DSC02855

Tem uma galinha aqui… em algum lugar…


DSC02857
DSC02858

Hora de sair do frio das montanhas e partir para o calor sufocante da costa equatoriana… DSC02859

Conforme o relógio andava com o ônibus, um dos poucos decentes com banheiro (um luxo aqui), o termômetro subia também…

AH…No ônibus tive que aguentar músicas terríveis por quase todo o trajeto. No Equador é assim, você dorme com dificuldades nos ônibus…
VEJA  O VÍDEO

DSC02862 DSC02863

Bananeiras… o plátano é a principal fruta aqui. Se come com tudo…

DSC02864

Rio Guayas…

DSC02866

DSC02868

Calor de 35 graus na chegada na rodoviária – em moderna, por sinal, diferente das demais que visitei. 

DSC02869ANDO

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s